[ad_1]

O TDAH é um transtorno já bastante conhecido pela população. Estima-se que entre 5 e 10% da população apresente esse transtorno, caracterizado por dificuldades em sustentar os níveis de atenção por longos períodos de tempo e um baixo controle inibitório de comportamentos “automáticos” e algumas vezes inadequados à situação.

Geralmente, quando pensamos em TDAH, pensamos naquela criança com dificuldade de manter o foco na escola, que tem dificuldade em controlar a conversa com os coleguinhas e pode ter dificuldade também em se manter em seu lugar na sala de aula. É evidente que esses comportamentos tem a tendência a trazer prejuízos no rendimento escolar.

Justamente por conta disso, a necessidade de avaliar e, em alguns casos, diagnosticar essas crianças se faz muito presente. É fundamental explorar os aspectos do funcionamento cerebral, dessas crianças por meio de uma Avaliação Neuropsicológica para que ela possa receber o cuidado adequado. Isso passa necessariamente, inclusive, pela orientação aos cuidadores e à escola.

O processo de Avaliação Neuropsicológica é essencial para se chegar a um diagnóstico preciso do TDAH e de outros transtornos mentais também. Ela permite explorar amplos aspectos do funcionamento cognitivo, emocional, social e de personalidade do indivíduo e, com isso, fornecer explicações para o quadro sintomático, além de orientações clínicas e encaminhamentos para outros profissionais.

Lembrando que apenas o profissional da psicologia pode realizar Avaliações Neuropsicológicas. Além disso, o processo do diagnóstico ainda pode precisar contar com o intercâmbio de conhecimentos entre os profissionais da psicologia, da neurologia e da psiquiatria. Tudo isso pensando em fornecer a melhor orientação e o melhor manejo clínico da pessoa que busca esse serviço.

 

[ad_2]

Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *